A GNR da Guarda anunciou hoje a apreensão de tabaco avaliado em mais de 30 mil euros, durante uma operação que envolveu elementos daquela instituição e da Guardia Civil de Salamanca (Espanha).

Fonte do Comando Territorial da GNR disse hoje à agência Lusa que a mercadoria foi apreendida durante um controlo móvel realizado no sábado, ao fim da tarde, junto à cidade da Guarda.

Durante a operação, que visou a fiscalização de veículos e de pessoas no âmbito rodoviário, ambiental, fiscal e criminal, as autoridades apreenderam 1.400 caixas de tabaco de enrolar, com 500 gramas cada unidade, e uma caixa de tabaco avulso com 260 quilogramas.

«O tabaco encontrava-se em situação irregular, por não cumprir as formalidades legais, violando o Código dos Impostos Especiais de Consumo (CIEC)», segundo a fonte.

A GNR identificou uma mulher de 47 anos, residente na zona do Porto, como sendo a proprietária da mercadoria apreendida, que era transportada em dois furgões.

O processo foi remetido à Unidade de Ação Fiscal da GNR para dar seguimento ao inquérito, indicou a fonte.

A ação de fiscalização envolveu vinte elementos de várias valências do Comando Territorial da GNR da Guarda e da Guardia Civil de Espanha.

Durante a operação, as autoridades fiscalizaram 12 condutores e levantaram três autos por contraordenação, sendo dois rodoviários e um aduaneiro.