Notícia atualizada às 09:27

O incêndio que deflagrou na segunda-feira, em Azenha, no concelho do Carregal do Sal, distrito de Viseu, foi dominado, esta madrugada, segundo informações publicadas no portal da Proteção Civil.

O fogo, que deflagrou às 16:11 de segunda-feira numa zona de mato, foi dado como dominado pelas 01:56, altura em que estavam no terreno 314 homens apoiados por 86 veículos.

Já o incêndio, também em zona de mato, em Almofala, no concelho de Figueira de Castelo Rodrigo, no distrito da Guarda, estava, às 08:30, a ser combatido por 92 homens, apoiados por 25 veículos operacionais e um helicóptero.

O helicóptero bombardeiro foi acionado para combater o fogo numa zona de escarpa, onde o acesso por via terrestre é difícil, disse à Lusa o comandante distrital operacional da Guarda, António Fonseca, garantindo, no entanto, que a situação é favorável.

«A situação está a decorrer favoravelmente. Há uma frente de pequena atividade numa zona rochosa, de escarpa, na margem esquerda do rio Águeda que faz fronteira com Espanha», explicou.

De acordo com o responsável, a única frente ativa «não oferece qualquer perigo», frisando que o resto da situação está «dominada» e a ser «vigiada», não podendo ainda precisar qual a área ardida até ao momento.

O incêndio, que teve início numa zona de mato cerca das 21:00 de segunda-feira, tinha duas frentes ativas pelas 21:35, subindo para três pelas 04:15, mas às 07:05 já só lavrava em uma frente.

Desde as 00:00, já se registaram 15 ocorrências, estando atualmente duas em curso, de acordo com o site da Proteção Civil.

No dia de segunda-feira, registaram-se 55 ocorrências.