A GNR anunciou esta quinta-feira a apreensão, na noite de quarta-feira, de uma embarcação com 1.320 quilos de haxixe que navegava no mar, em direção ao rio Guadiana, tendo os seus tripulantes fugido para Espanha a nado.

Os militares da Guarda Nacional Republicana (GNR) perseguiram também uma segunda embarcação, de menores dimensões, que foi abandonada no areal da praia de Isla Canela, em Espanha.

A força militar portuguesa informou prontamente a Guardia Civil espanhola, que se deslocou ao local para apreender esta embarcação, com 300 quilos haxixe no seu interior.

O comandante do Destacamento de Controlo Costeiro de Olhão, Bruno Cordeiro, disse à Lusa que se tratou da primeira apreensão deste tipo feita em 2016.

Segundo a GNR, a operação que levou às apreensões começou quando “os militares da GNR se aperceberam de que uma embarcação vinda de sul navegava de luzes apagadas e com rumo à barra do rio Guadiana”.

No total, foram apreendidos cerca de 1.620 quilos de haxixe: 41 fardos (1.320 quilos) pela GNR e nove fardos (300 quilos) pela Guardia Civil.

A embarcação apreendida pelos portugueses é um barco utilizado normalmente na pesca desportiva e tem 7,70 metros e um motor fora de bordo de 200 cavalos.