Um grupo de tráfico de droga que atuava na cadeia de Santa Cruz do Bispo, em Matosinhos, foi condenado esta quarta-feira a penas até 10 anos de prisão.

O líder desta rede era recluso, já com antecedentes no tráfico de droga, acabou por ser condenado pelo tribunal de Matosinhos à pena de 10 anos. A dois cúmplices que tinha no exterior foram aplicadas penas de prisão efetiva de sete anos.

Um quarto arguido, também ele recluso, foi sentenciado a 18 meses de prisão, também efetiva.

Outros cinco arguidos ficam com penas suspensas e um último foi absolvido.

As penas suspensas foram fixadas essencialmente a familiares dos detidos que faziam a droga entrar para a cadeia aquando das visitas.

A GNR desmantelou em 2009, na cadeia de Santa Cruz do Bispo, a rede de tráfico de droga e extorsão. Nesta megaoperação foram mobilizados cerca de 300 guardas, incluindo forças especiais.