Uma criança nasceu esta terça-feira de manhã numa ambulância dos Bombeiros de Arcos de Valdevez durante o transporte da mãe para o Hospital de Santa Luzia, em Viana do Castelo, disse à Lusa o comandante da corporação.

De acordo com Filipe Guimarães, os bombeiros foram chamados cerca das 06:10 para atender a uma grávida de 39 semanas de gestação que se encontrava com contrações, no lugar de São Mamede, freguesia de Senharei.

Iniciado o transporte para a maternidade do hospital distrital, a ambulância "teve de encostar" na estrada nacional que liga Paredes de Coura a Arcos de Valdevez, na freguesia Cachamundinho-Rio Frio, a mais de 40 quilómetros do hospital de Viana do Castelo, "porque a mulher entrou em trabalho de parto".

Em declarações à agência Lusa, Diana Ferreira, a socorrista dos bombeiros de Arcos de Valdevez que atendeu a mulher de 31 anos com a ajuda do colega António Pinto, explicou que "o parto aconteceu às 07:15 e correu sem problemas".

"A mãe colaborou e o menino nasceu bem. É o segundo filho desta mulher", afirmou Diana Ferreira.


Há 14 anos na corporação de bombeiros, a socorrista de 27 anos adiantou que "é sempre um momento de tensão", apesar de ser o segundo parto que realiza em quatro meses.

"Ficamos sempre nervosos porque os partos não são todos iguais", disse Diana Ferreira, que em outubro passado assistiu a outro parto, de uma menina, que nasceu nas mesmas circunstâncias.

Após o parto, e depois da avaliação dos técnicos da ambulância de Suporte Imediato de Vida (SIV) que deslocada para o local, mãe e a filho recém-nascida foram transportadas para a maternidade do hospital de Viana do Castelo.

Todos os partos da área do distrito de Viana do Castelo são encaminhados para a maternidade do hospital de Santa Luzia, na capital do Alto Minho.