O diretor artístico da Casa da Música, António Jorge Pacheco, vai ser distinguido, na sexta-feira, com o grau de cavaleiro das Artes e das Letras pela embaixada de França em Portugal.

A condecoração, criada em 1957, «corresponde a uma das mais altas distinções honoríficas da república francesa e homenageia personalidades que se destacaram pela sua contribuição na difusão da cultura francesa», como explica a embaixada de França em Portugal à Lusa.

António Jorge Pacheco nasceu em 1960, no Porto, tendo iniciado a carreira como consultor artístico na Fundação Luso-Internacional em 1988, antes de ser programador cultural do Europarque entre 1995 e 1999.

De acordo com o seu currículo, António Jorge Pacheco coordenou a programação musical da Porto 2001 – Capital Europeia da Cultura, desempenhando também as funções de consultor artístico da Casa das Artes de Famalicão entre 2000 e 2001.

Desde 2002 na programação da Casa da Música, o diretor artístico da instituição portuense é membro da direção do Réseau Varèse, membro do júri do festival de música da Bienal de Veneza, entre vários outros cargos.