O descarrilamento de quatro vagões de um comboio de mercadorias, na zona da Granja, em Gaia, provocou várias supressões de comboios urbanos e alguns atrasos nos de longo curso, disse à Lusa fonte da CP.

O porta-voz da Infraestruturas de Portugal, Pedro Ramos, disse à Lusa que cerca das 13:15 ainda decorriam trabalhos no local, mas sem condicionar a circulação dos comboios.

De acordo com a porta-voz da CP, Ana Portela, a circulação continuou, mas de forma condicionada, em via única, entre Esmoriz e Vila Nova de Gaia.

Em declarações à Lusa, o porta-voz das Infraestruturas de Portugal, Pedro Ramos, explicou que um dos vagões ocupou uma das vias, pelo que a circulação irá decorrer "de forma condicionada” por mais alguim tempo.

Neste momento, está-se a proceder à recolocação dos vagões que transportavam cimento nos carris”, acrescentou.

De acordo com as fontes, do acidente não resultaram feridos.