Quase todo o país está, esta quinta-feira, sob aviso laranja e amarelo devido à previsão de agitação marítima, vento forte, chuva, granizo, trovoadas e queda de neve, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com o IPMA, toda a costa portuguesa está sob aviso laranja, o segundo mais grave de uma escala de quatro, devido à previsão de agitação marítima forte, com ondas entre os 5 e os 7 metros.

Os distritos de viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Leiria, Lisboa, Setúbal, Beja e Faro vão estar sob aviso laranja (que representa uma situação meteorológica de risco moderado a elevado) até às 06:00 de sexta-feira por causa do estado do mar.

O IPMA colocou também sob aviso laranja os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto e Aveiro por causa do vento, estando previstas rajadas da ordem dos 95 quilómetros/hora em especial no litoral e da ordem dos 120 quilómetros/hora nas terras altas até às 15:00 desta quinta-feira.

Os distritos de Vila Real, Bragança, Viseu, Guarda, Castelo Branco e Coimbra estão sob aviso amarelo até sexta-feira devido à previsão de queda de neve acima dos 1.000 metros, descendo temporariamente para 600/800 metros, vento forte com rajadas da ordem dos 110 quilómetros/hora nas terras altas e chuva por vezes forte, passando a aguaceiros que poderão ser fortes de granizo e acompanhados de trovoadas.

O IPMA colocou também sob aviso amarelo os distritos de Leiria, Santarém, Lisboa, Portalegre, Évora, Beja Setúbal e Faro por causa da chuva acompanhada de granizo e trovoadas e do vento com rajadas da ordem dos 80 quilómetros/hora até às 21:00.

Também sob aviso amarelo (que implica uma situação de risco para certas atividades dependentes da atividade meteorológica) está o arquipélago da Madeira (até às 12:00) devido à chuva forte e vento com rajadas da ordem dos 100 quilómetros/hora.

Esta situação já levou a Capitania do Porto do Funchal a emitir na quarta-feira à noite um aviso de mau tempo para o arquipélago da Madeira e aconselhou o regresso das embarcações aos portos de abrigo.

Também o IPMA emitiu na quarta-feira à noite um novo aviso para mau tempo até domingo em Portugal continental, prevendo forte agitação marítima, vento, chuva e queda de neve nas regiões centro e norte. Segundo o IPMA, estas condições meteorológicas decorrem de uma forte corrente de oeste no Atlântico norte e da passagem frequente de ondulações frontais de forte atividade pelo território do continente.

Por sua vez, a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) alertou também na quarta-feira, para o risco de cheias nas bacias dos rios Lima, Cávado, Tâmega, Vouga, Mondego e Tejo.

De acordo com a ANPC, as bacias dos rios Lima, Cávado, Tâmega, Vouga, Mondego e Tejo estão «suscetíveis à ocorrência de cheias, nas zonas historicamente vulneráveis».

Oito barras fechadas à navegação

Oito barras marítimas estão, esta quinta-feira, fechadas à navegação devido à previsão de forte agitação marítima, de acordo com a informação disponível na página da Marinha Portuguesa na Internet.

A Marinha indica que as barras de Vila Praia de Âncora, Esposende, Póvoa do Varzim, Vila do Conde, Douro, Aveiro, Figueira da Foz e São Martinho do Porto estão fechadas devido ao mau tempo.

De acordo com a fonte, a barra marítima de Leixões está fechada a embarcações de comprimento inferior a 35 metros.

Por causa do mau tempo e forte agitação marítima, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou toda a costa portuguesa sob aviso laranja, o segundo mais grave de uma escala de quatro.