Cento e cinquenta suinicultores preparam-se às 20:15 desta sexta-feira para uma “marcha fúnebre”em Leiria na sequência da crise do setor, que está em “absoluto colapso”, disse o porta-voz destes empresários.

João Correia explicou que as medidas do Governo não são suficientes e que 10 a 12% dos cento e cinquenta suinicultores de todo o país presentes neste encontro de Leiria assumiram não poder continuar a atividade.

“Disseram que estão na falência e que nem comida têm para os animais, que estão a morrer à fome”, explicou João Correia.

Os suinicultores estão reunidos nas proximidades do estádio de Leiria, nas imediações do Itinerário Complementar 2 (IC2) e é provável que a marcha fúnebre seja realizada nesta via.

Estes empresários têm feito várias ações de protestos e acusam a grande distribuição da crise no setor.

Exigem também um controlo das importações de carne.