O estudante de Gondomar que na quarta-feira foi atingido na cabeça por uma pedra encontra-se nos cuidados intensivos e com "prognóstico reservado”, informou hoje à agência Lusa fonte hospitalar.

A fonte do Hospital de São João, no Porto, disse apenas que o jovem está na unidade de cuidados intensivos e que tem prognóstico reservado, escusando-se a adiantar se já foi ou irá ser operado nas próximas horas.

Alexandre Miguel Oliveira, de 13 anos, e a frequentar o 8.º ano da Escola Secundária de Valbom, foi atingido na manhã de quinta-feira na cabeça, durante o recreio, por uma pedra de cerca de um quilograma, acabando por ser conduzido ao hospital de São João, no Porto.

O jovem, que desmaiou de imediato, foi assistido no local pelos Bombeiros Voluntários de Valbom, que lhe prestaram os primeiros socorros e o estabilizaram.