A GNR desmantelou, na madrugada desta terça-feira, uma rede tráfico de droga que operava em Viana do Castelo, detendo quatro suspeitos anunciou à Lusa fonte daquela força policial.

A operação, realizada na sequência de uma investigação que decorria há cerca de um ano, desenrolou-se durante a madrugada e manhã de hoje, nas localidades de Amonde, Perre, Portuzelo e na cidade de Viana do Castelo.

De acordo com o Comando Territorial da GNR de Viana do Castelo foram efetuadas seis buscas domiciliárias e três a veículos.

Os detidos, dois homens e duas mulheres, têm idades compreendidas entre os 23 e os 26 anos. Foi ainda identificado e constituído arguido um outro homem, que será posteriormente interrogava no âmbito deste processo.

São todos residentes no concelho de Viana do Castelo.

Para além de diverso material relacionado com o tráfico de estupefacientes foram apreendidas, entre outras drogas, perto de 2.500 doses de haxixe.

Segundo a GNR o grupo agora desmantelado apresentava «boa organização» e atuava de forma «muito cautelosa ao nível de contatos e abordagens».

«Um dos elementos assumia-se como o coordenador e os outros três operavam sob sua orientação», adianta a força policial em comunicado.

Com esta operação, a GNR «está convencida que colocou ponto final na atividade de tráfico desenvolvida por este grupo e que a mesma permitirá devolver a segurança e tranquilidade às áreas utilizadas para o tráfico».

Dos quatro detidos, um foi libertado depois de ter sido constituído arguido e notificado para comparecer, esta quarta-feira, no Tribunal de Viana do Castelo. Os restantes três permanecem detidos e serão igualmente presentes, esta quarta-feira, ao juiz para primeiro interrogatório judicial.