A GNR registou, entre sexta-feira e hoje, 463 acidentes, um morto e oito feridos graves, no âmbito da operação “Carnaval 2016” que se realiza até terça-feira, indicam dados provisórios da corporação.

O oficial de operações no comando-geral da GNR adiantou à agência Lusa que o morto foi resultado do acidente que hoje de madrugada se registou no Montijo.

A GNR está a realizar, desde as 00:00 de sexta-feira, a operação “Carnaval 2016”, tendo reforçado o patrulhamento e a fiscalização rodoviária nas vias mais críticas, especialmente nas estradas que convergem aos locais onde tradicionalmente ocorrem festividades carnavalescas.

Durante a operação, que termina às 24:00 de terça-feira, a GNR realiza ações de fiscalização com o objetivo de prevenir a sinistralidade rodoviária, estando os militares especialmente atentos aos excessos de velocidade, condução sob influência de álcool e de substâncias psicotrópicas, além da não-utilização do cinto de segurança, uso do telemóvel durante a condução e falta de carta de condução.

No âmbito da operação, os militares da Guarda Nacional Republicana fiscalizaram, entre sexta-feira e as 14:00 de hoje, 9.527 condutores, dos quais 120 foram detidos por conduzirem com excesso de álcool e 18 por falta de habilitação legal para conduzir, adiantou o oficial de operações.

Segundo a GNR, foram também apanhados 1.121 condutores em excesso de velocidade e 327 com uma taxa de álcool superior ao permitido por lei.

A GNR registou ainda, entre sexta-feira e hoje, 2.833 contraordenações ao Código da Estrada, 183 das quais por falta de cinto de segurança ou cadeirinhas para crianças.

Na operação “Carnaval 2015” registaram-se 942 acidentes, três mortos, 10 feridos graves e 255 feridos ligeiros.