A GNR deteve hoje um homem e duas mulheres, na fronteira de Caia, em Elvas, por suspeita de tráfico de droga, tendo o haxixe sido detetado dissimulado nos intestinos das três pessoas, anunciou a força de segurança.

Em comunicado, o Comando Territorial de Portalegre da GNR explicou que os detidos, com idades entre os 20 e os 35 anos, «tinham-se dirigido a Marrocos para comprar a droga, que posteriormente teria como destino a zona da grande Lisboa».

Os militares suspeitaram que os detidos, segundo o comunicado, «transportassem produto estupefaciente no interior do seu corpo, o que motivou o seu encaminhamento para exame pericial no Hospital de Santa Luzia em Elvas».

«Através de raio X, foram detetadas no intestino de três jovens ¿manchas`, que posteriormente se veio a apurar serem bolotas de haxixe. Após as mesmas serem expelidas dos organismos, foi contabilizada uma apreensão de aproximadamente 1800 gramas de haxixe», lê-se no comunicado.

As detenções ocorreram durante uma operação de prevenção e combate à criminalidade na fronteira do Caia.

Os detidos vão ser presentes ao Tribunal Judicial de Elvas para primeiro interrogatório judicial na quinta-feira, noticia a Lusa.