A GNR de Vila Real anunciou esta quarta-feira a detenção de três pessoas durante os festejos de Carnaval em Andrães, onde os suspeitos terão obrigado os carros a parar, solicitaram dinheiro e ameaçaram os automobilistas com paus e farinha.

A ação da GNR decorreu terça-feira depois de denúncias sobre a forma «agressiva e desordeira» como estava a ser festejado o Carnaval na localidade de Andrães.

A Guarda explicou, em comunicado, que montou um dispositivo para «surpreender e identificar» os suspeitos.

Os militares, que circulavam numa viatura descaracterizada, foram forçados a «parar porque um grupo de cerca de 15 indivíduos, mascarados e munidos de paus, barraram a estrada com vários contentores de lixo e à força tentaram abrir as portas da viatura».

A GNR explicou que os indivíduos se «encontravam com trajes alusivos à respetiva quadra, completamente mascarados, de rosto coberto e munidos de paus e farinha».

Segundo a Guarda, os mascarados «obrigavam os condutores a parar as viaturas, exigindo que os mesmos lhe entregassem dinheiro e, caso recusassem, eram ameaçados com paus e atiravam-lhes farinha para o interior dos veículos».

Os militares detiveram três indivíduos maiores de idade e identificaram uma menor, todos residentes naquela localidade.

Um dos suspeitos teve um «comportamento provocador com o propósito de obstruir a intervenção dos militares», tendo, inclusive, alegadamente injuriado e ameaçado um dos guardas.

Os três detidos foram constituídos arguidos, sujeitos a termo de identidade e residência, tendo sido libertados e notificados para comparecerem hoje no Tribunal Judicial de Vila Real.

A operação juntou militares do Núcleo de Investigação Criminal e do Posto Territorial de Vila Real.