A GNR de Vila Nova da Barquinha deteve um suspeito do crime de incêndio florestal, no sábado, durante uma operação de policiamento preventivo.

«Após diversas ocorrências florestais no concelho, a GNR intensificou o patrulhamento, tendo-se apercebido do início de um pequeno foco de incêndio», afirma a Guarda Nacional Republicana, em comunicado divulgado este domingo.

Foram de imediato iniciadas «buscas e batidas» às imediações e acessos, onde foi intercetado um homem de 38 anos a fugir do local, numa viatura ligeira, acrescenta a GNR.

Segundo a mesma fonte, foi apreendido um isqueiro ao suspeito, por suspeitas de ter sido usado para atear o fogo.

A Polícia Judiciária está a investigar as circunstâncias em que ocorreu este caso.

O detido será apresentado em tribunal na segunda-feira, para primeiro interrogatório e aplicação das medidas de coação.

A GNR já identificou este ano 37 presumíveis responsáveis por crimes incêndios no distrito de Santarém.