A GNR deteve 46 pessoas, a maioria por condução sob o efeito do álcool, entre as 20:00 de sexta-feira e as 08:00 deste sábado, período durante o qual se registaram 711 infrações de trânsito e 112 acidentes.

Em comunicado, a Guarda Nacional Republicana (GNR) indica que nestas 12 horas deteve, a nível nacional e na sua área de intervenção, 24 condutores com excesso de álcool e seis por condução sem carta.

Entre os 46 detidos, houve ainda lugar à detenção de duas pessoas por tráfico de droga e outras duas por detenção de arma proibida.

Ao nível do trânsito, a GNR registou 711 infrações, 304 das quais por excesso de velocidade, 60 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei, 50 por falta de inspeção obrigatória e 34 por irregularidades relacionadas com tacógrafos.

Os militares desta força de segurança sinalizaram ainda 23 infrações por falta ou uso incorreto do cinto de segurança, 21 por utilização do telemóvel durante a condução e 13 por falta de seguro obrigatório.

Na sinistralidade, nas últimas 12 horas, a GNR registou 112 acidentes de viação, dos quais resultaram um morto, cinco feridos graves e 28 feridos leves.

Neste período, os militares da GNR apreenderam também 65 doses de cocaína, 33 doses de haxixe, três armas de fogo, uma arma branca e uma máquina de jogo de fortuna ou azar.

Este conjunto de operações foi levado a cabo no continente e nas ilhas e visou, nomeadamente, a prevenção e o combate à criminalidade violenta e a fiscalização rodoviária.