A GNR anunciou hoje a detenção, numa localidade do concelho de Pinhel, de dois homens, com 35 e 53 anos, por posse ilegal de armas e de explosivos.

Fonte do Comando Territorial da GNR da Guarda disse à agência Lusa que a detenção dos suspeitos ocorreu hoje de manhã, durante a realização de buscas domiciliárias na localidade de Gamelas, Pinhel, no âmbito de um processo por detenção de armas proibidas e crime de ameaças.

Durante a ação, realizada por militares do Núcleo de Investigação Criminal da GNR de Pinhel e por elementos da equipa de Inativação de Engenhos Explosivos do Comando Territorial da Guarda, foram apreendidas quatro velas de gelamonite 33 e uma quantidade não especificada de cordão detonante, referiu.

A GNR também apreendeu quatro caçadeiras, uma carabina, duas espingardas de ar comprimido, diversos cartuchos e munições e duas munições de armas antiaéreas de 13 e de 20 milímetros (calibre de guerra).

A fonte adiantou que o detido, de 35 anos, pastor de profissão, foi hoje presente ao tribunal de Pinhel e após interrogatório ficou em liberdade, sujeito a termo de identidade e residência.

O outro suspeito, com 53 anos, que faz serviço de táxi para o estrangeiro, será presente a tribunal, pelas 09:30 de quinta-feira, para primeiro interrogatório judicial e aplicação de eventual medida de coação.