A GNR apreendeu em Paredes uma pistola a uma mulher de 45 anos suspeita de violência doméstica, tendo como vítima a sua sogra, anunciou esta sexta-feira a autoridade.

De acordo com a GNR, as investigações indiciam que a arguida terá usado aquela arma para ameaçar a familiar, já "idosa", de morte, no decurso de discussões que mantinha com a ofendida.

A idosa terá sofrido ainda apertões no pescoço, revela a guarda.

As autoridades prosseguem com as diligências de investigação sobre a matéria que corre termos no Tribunal de Paredes.

A apreensão da pistola foi realizada por elementos militares do Núcleo de Investigação e Apoio a Vitimas Específicas (NIAVE) de Penafiel.