Para quem anda na estrada, ajudará saber que este fim-de-semana vai haver uma operação stop em todo o país, direcionada para os motociclistas.

A GNR vai intensificar a fiscalização daqueles que circulam nas estradas com maior intensidade de tráfego. Estão mobilizados mais de 2.100 militares para esta operação.

A «operação moto», assim foi designada, vai realizar-se então no sábado e no domingo e os alvos serão motociclos, ciclomotores, triciclos e quadriciclos.

Não só as estradas de grande tráfego serão fiscalizadas, mas também aquelas onde existe um risco acrescido de acidente, refere a Guarda Nacional Republicana, num comunicado citado pela Lusa.

Segundo a GNR, os 2.199 militares dos comandos territoriais e da Unidade Nacional de Trânsito vão realizar 841 ações de fiscalização com o objetivo de proporcionar aos utentes das estradas «uma maior segurança e de sensibilizar os motociclistas para uma condução prudente».

Os militares da GNR vão estar «particularmente atentos» ao uso de capacete, habilitação legal para conduzir, manobras perigosas, seguro, estado dos pneus e matrículas, excesso de velocidade e condução sob o efeito do álcool, adianta aquela força de segurança.

A GNR justifica esta operação com o aumento do tráfego de motociclos no verão e de acidentes, que resultam, «numa parte significativa, em vítimas mortais ou em feridos graves».