Uma mulher de 68 anos, dada como desaparecida na segunda-feira, foi encontrada morta esta terça-feira de manhã, no caminho entre o lar e a sua residência, na freguesia de Alvôco das Várzeas, concelho de Oliveira do Hospital, informou a GNR.

A idosa tinha sido dada como desaparecida por volta das 21:00 de segunda-feira por um responsável do Lar de Alvôco das Várzeas, depois de a utente do estabelecimento se ter deslocado à sua residência ao almoço e "não ter regressado até àquela hora, o que não era normal", explicou fonte do Comando Territorial da GNR de Coimbra.

Segundo a mesma fonte, uma patrulha da GNR deslocou-se ao terreno, mas não encontrou a mulher, que foi descoberta já esta terça-feira de manhã, "por volta das 07:30", antes de serem retomadas as buscas, por um cidadão que passava em local próximo ao caminho entre a residência da falecida e o lar.

"Encontrava-se caída junto a um caminho", tendo sido confirmado o óbito da mulher, referiu a GNR.


De acordo com a fonte da GNR, poderá ter ocorrido morte súbita, estando, no entanto, a ser elaborado "o expediente necessário para que o procurador de Oliveira do Hospital decida se se faz ou não autópsia" ao corpo.

A idosa não teria problemas de saúde e fazia aquele caminho todos os dias, entre a sua casa e o lar onde pernoitava juntamente com o marido, acrescentou.