A Guarda Nacional Republicana retirou, com a ajuda dos bombeiros, uma menina que aparenta ter três ou quatro anos de dentro de um carro em Fafe, junto à feira, na quarta-feira.

A menor estava a chorar e foi encaminhada para a unidade hospitalar mais próxima. Não aparentava problemas de saúde de maior, mas foi hidratada e alimentada.

A criança estava trancada dentro da viatura há pelo menos hora e meia, segundo apurou o «JN», tendo em conta a hora em que foi dado o alerta à GNR. O carro, embora estacionado à sombra e no meio de árvores, estava muito quente, visto que a temperatura exterior rondava os 24 graus.

A criança não fala português e interrogados vários estrangeiros que estavam na feira nenhum disse conhecer a criança.

Já depois do almoço, um casal dirigiu-se ao posto da GNR para reclamar a paternidade da menina, mas sem nenhum documento que provasse a relação familiar, pelo que as forças de segurança optaram por entregar a menor a uma instituição, onde acabou por pernoitar.

O tribunal de Família e Menores vai esta quinta-feira pronunciar-se sobre o caso.