Mais de 5.700 militares da GNR vão patrulhamento as estradas portuguesas entre domingo e quarta-feira, numa operação que tem como objetivo garantir a segurança dos portugueses que se deslocam para férias, anunciou hoje a corporação.

O reforço do patrulhamento rodoviário insere-se na primeira fase da operação «Hermes ¿ Viajar em Segurança», ação que a Guarda Nacional Republicana desenvolve entre 13 de julho e 01 de setembro em quatro fases.

Durante a operação faseada, a GNR vai intensificar as ações de patrulhamento rodoviário, apoio e fiscalização nas estradas mais críticas com o objetivo de garantir uma deslocação em segurança aos cidadãos que, nesta altura do ano, se deslocam para férias.

Na primeira fase da operação, que vai decorrer entre domingo e quarta-feira, vão estar mobilizados 5.785 militares da Unidade Nacional de Trânsito e dos comandos territoriais da GNR, que vão realizar cerca de 1.415 ações, refere aquela força de segurança, em comunicado.

Os militares da GNR vão dar «especial atenção aos comportamentos de risco dos condutores que coloquem em causa a segurança rodoviária», nomeadamente manobras perigosas de ultrapassagem, mudança de direção, inversão do sentido da marcha, cedência de passagem e distância de segurança,

A condução sem habilitação legal e sob efeito do álcool e de drogas, a não utilização do cinto de segurança ou de cadeirinhas para crianças, o uso do telemóvel durante a condução e o excesso de velocidade são outros dos comportamentos que vão estar na mira da GNR.

As restantes fases da operação «Hermes ¿ Viajar em Segurança» vão decorrer entre 01 e 03 de agosto, 15 e 17 de agosto e 29 de agosto e 01 de setembro.