A GNR apreendeu 25 armas de fogo a um septuagenário residente em Avanca, Estarreja, que procedia de forma ilegal à reparação de armas, disse hoje à Lusa fonte daquela força.

A apreensão decorreu durante uma busca domiciliária realizada no âmbito de um inquérito relacionado com violência doméstica.

Segundo a mesma fonte, o indivíduo, de 77 anos, seria amigo do alegado agressor, a quem também terá reparado algumas armas de fogo.

Entre o arsenal apreendido estão três caçadeiras e 22 espingardas de ar comprimido.

A GNR apreendeu ainda 1.500 fulminantes para cartuchos e 48 cartuchos de vários calibres, além de várias coronhas em madeira, um guarda mão, uma culatra e mecanismos de armas de fogo.

O suspeito foi constituído arguido e sujeito a termo de identidade e residência.