Olívia Pinho, de 75 anos, e o filho Joaquim, de 40, estão a ser julgados no Tribunal de Aveiro por tráfico de droga. A idosa e o filho foram detidos pela GNR a 14 de dezembro do ano passado, após vários meses de investigação.
 
De acordo com fonte policial contactada pela TVI, a idosa é que “entregava o produto aos consumidores quando o filho não estava”. No dia da operação, a GNR apreendeu cerca de 60 doses individuais de cocaína e 30 de heroína, que estavam escondidas dentro de uma Bíblia.
 
Na altura, o filho ficou em prisão preventiva e a idosa aguardou julgamento liberdade.
 
Esta terça-feira, na primeira sessão de julgamento, a idosa disse desconhecer a real gravidade do que estava a fazer. O filho assumiu a responsabilidade do tráfico e disse que a mãe só entrou no negócio porque, nas alturas em que se ausentava para trabalhar, não tinha como abastecer os clientes.