Os militares da GNR encontraram ainda 6.727 idosos que vivem acompanhados, mas encontram-se “em situação de vulnerabilidade fruto de limitações físicas ou psicológicas”.








De acordo com a corporação, este programa permite à GNR fazer a georreferenciação dos idosos, o que constitui “uma mais-valia para localização em caso de ocorrência ou emergência, permitindo direcionar de forma mais eficaz os meios humanos e materiais da GNR e aumentar o sentimento de segurança da população aderente ao programa”.




Beja e Viseu são os piores distritos