O Grupo de Intervenção Proteção e Socorro (GIPS) da GNR recebeu oito novas viaturas todo-o-terreno para reforçar as ações de fiscalização florestal e combate de primeira intervenção em incêndios, indicou hoje o Ministério da Administração Interna (MAI).

Em comunicado, o ministério tutelado por Eduardo Cabrita adianta que as viaturas, entregues na sexta-feira, foram adquiridas no âmbito do POSEUR (Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos), um dos 16 programas criados para a operacionalização da Estratégia Portugal 2020.

Segundo o MAI, o POSEUR no domínio de intervenção prioritário “redução dos incêndios florestais” inclui o apoio à aquisição de veículos operacionais de proteção e socorro, tendo em vista o reforço da capacidade de resposta operacional do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR).

O MAI refere ainda que o apoio financeiro neste domínio visa garantir a operacionalidade do dispositivo de segurança, contribuindo para responder às necessidades de investimento em equipamentos e estruturas operacionais.

Os GIPS da GNR foram este ano reforçados, passando de 594 para 1.064 elementos, e vão estar no combate aos fogos em todos os distritos do Continente e na Região Autónoma da Madeira.

Criados em 2006, os GIPS da GNR são uma das principais apostas do Governo para o combate e prevenção dos incêndios.

A Estratégia Portugal 2020 é um acordo de parceria estabelecido entre Portugal e a Comissão Europeia que reúne a atuação dos cinco Fundos Europeus Estruturais e de Investimento - FEDER, Fundo de Coesão, FSE, FEADER e FEAMP - no qual se definem os princípios de programação que consagram a política de desenvolvimento económico, social e territorial para promover, em Portugal, entre 2014 e 2020.