Quatro filhos menores de um casal de Arcos de Valdevez, no Alto Minho, foram encaminhados para uma instituição de acolhimento, após os pais serem detidos pela GNR por suspeita de tráfico de droga, revelou esta quarta-feira aquela força policial.

De acordo com fonte do Comando Territorial da GNR de Viana do Castelo contactada pela Lusa, tratou-se de "uma ação de emergência concertada com a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) local que, juntamente com a Segurança Social, promoveu o acolhimento das crianças, de 2, 8, 14 e 16 anos numa instituição".

A detenção do casal, de 36 e 41 anos de idade, residente no concelho de Arcos de Valdevez e "sem antecedentes criminais" ocorreu, na terça-feira, cerca das 18:30, na sequência de uma investigação iniciada há cerca de dois anos.

No decurso da operação de combate ao tráfico de drogas "foram realizadas três buscas, uma domiciliária e duas em viaturas, em cumprimento de mandados de busca e detenção emanados pelo tribunal judicial de Ponte da Barca".

Durante aquelas buscas foram apreendidas cerca de 54 doses de heroína, uma carta de condução de um consumidor, presumivelmente utilizada como garantia de pagamento, uma viatura ligeira de passageiros, três telemóveis e 130 euros em dinheiro.

O casal, detido nas instalações da GNR em Arcos de Valdevez, vai ser presente hoje ao juiz para primeiro interrogatório judicial, no tribunal de Ponte da Barca.