A GNR anunciou, esta terça-feira, a detenção, em Seia, de um homem de 61 anos, funcionário da administração fiscal, que tinha em casa 36 armas de fogo, algumas em situação ilegal.

Segundo fonte do Comando Territorial da GNR da Guarda, o homem foi detido cerca das 20:00 de segunda-feira, na sequência de uma situação de alegada violência doméstica.

«A vítima telefonou para a GNR a dizer que estava a ser ameaçada pelo marido alcoolizado», contou a fonte à agência Lusa, indicado que uma patrulha deslocou-se ao local e «verificou que o suspeito estava à janela [da habitação] a municiar uma arma».

A mulher «abandonou o local» e, posteriormente, os militares persuadiram o homem, que estava «alegadamente alcoolizado e visivelmente alterado», a entregar-se às autoridades e a não fazer uso da arma que estava na sua posse, referiu.

O detido obedeceu à GNR que realizou uma busca domiciliária e encontrou no interior da habitação 12 pistolas, 24 caçadeiras e centenas de munições de diversos calibres, algumas em situação ilegal.

«Como medida cautelar, as armas e as munições foram todas apreendidas», explicou a fonte da GNR.

O homem vai ser esta terça-feira presente ao tribunal de Seia para primeiro interrogatório judicial e aplicação de eventual medida de coação.