A GNR de Viana do Castelo anunciou esta sexta-feira a detenção, em flagrante delito, de um homem de 52 anos suspeito da prática de burla qualificada, falsificação de documentos e simulação de crime.

De acordo com fonte do Comando Territorial da GNR de Viana do Castelo, a operação que levou à detenção do homem, com antecedentes por posse ilegal de arma decorreu hoje, em Alvarães, na margem esquerda rio Lima, naquele cidade após a realização de cinco buscas, uma domiciliária e quatro em veículos automóveis, no âmbito de um inquérito crime a correr desde março passado.

No decurso da operação foram apreendidas duas máquinas, uma motosserra e um cortassebes, um computador portátil e diversa documentação (faturas e guias de transporte) "que indiciam e corroboram a prática dos crimes referidos".

Segundo a GNR foram ainda apreendidas três armas de fogo, uma de calibre 12 milímetros (mm), uma de calibre 6,35 mm, um revólver), uma réplica de arma de fogo e uma arma de ar comprimido, bem como 140 munições de vários calibres.

O homem foi libertado e notificado para comparecer, na segunda-feira, no Tribunal Viana do Castelo para primeiro interrogatório judicial.