A GNR deteve, em flagrante delito, em Grândola, um casal suspeito de ter extorquido mais de três mil euros, durante os últimos oito meses, a um homem, colocando-o "numa situação de dificuldade económica", foi esta terça-feira anunciado.

O casal, de 47 e 49 anos, foi detido na segunda-feira por suspeitas do crime de extorsão e é esta terça-feira presente ao Departamento de Investigação e Ação Penal de Setúbal para primeiro interrogatório judicial, refere a GNR, num comunicado enviado à agência Lusa.

Os suspeitos foram detidos por militares do Núcleo de Investigação Criminal da GNR de Grândola, no distrito de Setúbal, na sequência de uma investigação por extorsão iniciada após uma denúncia feita este mês.

Segundo a GNR, o casal terá coagido um homem, de 44 anos, a entregar-lhe diversas quantias em dinheiro durante os últimos oito meses, num total de mais de três mil euros, colocando-o "numa situação de dificuldade económica".

O casal foi detido em flagrante delito na segunda-feira "durante mais uma entrega de 500 euros" em dinheiro feita pela vítima, explica a GNR, que na ação apreendeu um telemóvel e dez munições.