A GNR deteve na quinta-feira, em Paredes, um homem de 50 anos suspeito de violência doméstica, com ameaça de morte à mulher, anunciou a autoridade policial.

Segundo GNR, o suspeito está indiciado pela prática maus tratos psicológicos à sua esposa, "cometendo atos no interior da residência que têm causado [à vítima] tormento e intranquilidade, nomeadamente ameaçando-a de morte".

A autoridade acrescenta, em comunicado, que o homem "terá sujeitado a esposa a verdadeiras humilhações públicas e não terá contribuído com dinheiro para as despesas domésticas e para a educação e alimentação dos seus três filhos ainda menores".

"O detido teria também por hábito denegrir a honra e consideração da ofendida, dirigindo-lhe diversos impropérios que lhe minavam a auto estima".


Após busca domiciliária, o Núcleo de Investigação e Apoio a Vitimas Específicas (NIAVE) de Penafiel, da GNR, apreendeu uma caçadeira, duas reproduções de armas de fogo, uma "faca borboleta", duas facas de mato, dois cartuchos de 12 milímetros, 10 munições com o calibre de nove milímetros e um "objeto construído de forma artesanal, como arma de agressão".

As diligências de investigação relativas ao denunciado realizaram-se no âmbito de um Inquérito de Violência Domestica, da Comarca Porto Este.

O arguido será presente no tribunal de Marco de Canaveses para ser submetido a primeiro interrogatório judicial.