A GNR deteve um homem em Grândola, Setúbal, suspeito de roubo a uma ourivesaria naquela vila alentejana, com recurso a arma branca, tendo na sua posse cerca de 800 peças em ouro, foi hoje anunciado.

Segundo um comunicado do Comando Territorial de Setúbal da GNR, o suspeito, de 40 anos, foi detido na sexta-feira por militares do Núcleo de Investigação Criminal do Destacamento Territorial de Grândola.

"Após obtida a informação de ter ocorrido um roubo numa ourivesaria, a GNR efetuou uma operação policial no sentido de localizar o autor, que tinha encetado uma fuga apeada do local, levando consigo centenas de artigos em ouro", refere o comunicado.

Durante as diligências, adianta a GNR, os militares "detetaram o suspeito ainda na posse dos artigos roubados", o que possibilitou recuperar cerca de 800 peças em ouro, cujo valor ascende a 200 mil euros, tendo os bens sido devolvidos ao seu proprietário.

O suspeito, de acordo com fonte daquela força de segurança, foi presente hoje ao Tribunal de Setúbal para primeiro interrogatório judicial, tendo o tribunal decretado a prisão preventiva, a medida de coação mais grave, ficando a aguardar julgamento no Estabelecimento Prisional de Setúbal.