Dois homens suspeitos de furto qualificado de cortiça foram detidos pelos destacamentos da GNR de Grândola e Santiago do Cacém no âmbito de uma operação policial de prevenção de roubos no litoral alentejano, anunciou esta segunda-feira a corporação.

Segundo o Comando Territorial de Setúbal da GNR, os dois suspeitos, de 69 e 72 anos, foram detidos no passado mês de junho, no âmbito da Operação Cortiça Segura 2017.

A operação decorreu de 1 de junho a 30 de setembro, com o objetivo de prevenir o furto de cortiça nos quatro concelhos do litoral alentejano, Alcácer do Sal, Grândola, Santiago do Cacém e Sines, todos no distrito de Setúbal.

Cerca de 700 quilos de cortiça furtada, bem como a viatura e outro material utilizado para a prática deste ilícito, como luvas, escada e machadas", foram apreendidos pela GNR na operação que culminou com as duas detenções.

De acordo com o comunicado agora divulgado, o reforço do policiamento junto das propriedades florestais e montados de sobro e as ações de sensibilização dos proprietários e armazenistas de cortiça permitiram reduzir este tipo de ilícito em 49%.

A GNR refere ainda que, durante a operação, registou um total de 18 furtos de cortiça na região, menos 19 do que no mesmo período do ano passado.