A GNR detetou 617 condutores em excesso de velocidade durante uma operação de fiscalização a este tipo de infração que decorreu no domingo em todo o país, indicou a corporação.

Em comunicado que a Lusa cita, a GNR adianta que, no âmbito da operação, denominada «Mercúrio», foram controladas 32.960 viaturas, das quais 617 circulavam em excesso de velocidade.

Mais de 230 militares da GNR reforçaram, no domingo, o patrulhamento e a fiscalização do controlo de velocidade, especialmente no interior das localidades, estradas nacionais, regionais e municipais, onde as infrações por excesso de velocidade são mais frequentes e dão origem a um risco acrescido de acidentes de viação.

Durante a operação, a GNR deteve ainda cinco condutores, quatro dos quais por condução com excesso de álcool no sangue e um por falta de habilitação legal para o exercício da condição, tendo ainda multado 424 automobilistas.

Segundo a Guarda Nacional Republicana, os 230 militares estiveram equipados com radares fixos e móveis com o objetivo «de combater o flagelo da sinistralidade rodoviária associada ao excesso de velocidade».