Os militares da GNR resgataram no mar Egeu, nos últimos dois dias, 93 pessoas, entre as quais 45 crianças, 20 mulheres, duas delas grávidas.

Em comunicado, a GNR adianta que o resgate dos migrantes foi efetuado pelos militares destacados nas ilhas de Samos e de Kastellorizo, na Grécia.

O resgate ao largo da ilha de Samos ocorreu na quarta-feira durante uma ação de patrulhamento marítimo, quando os militares detetaram os migrantes num barco de borracha.

Ao largo da ilha de Kastellorizo, o resgate ocorreu nesta quinta-feira quando os militares detetaram os migrantes numa embarcação de borracha a naufragar com os flutuadores rasgados junto a uma zona rochosa, tendo encontrado os migrantes nas referidas rochas e alguns ainda na água.

A operação FRONTEX foi criada para prevenir, detetar e reprimir ilícitos relacionados com a imigração ilegal, tráfico de seres humanos e outros crimes transfronteiriços, contribuindo fundamentalmente para a salvaguarda de vidas humanas no mar através de missões de busca e salvamento.