A PSP do Porto apelou ao civismo dos adeptos que se deslocarem ao Dragão para o jogo de futebol FC Porto-Sporting e garantiu que será firme na “adequação da intervenção ao grau de ameaça que possa surgir”.

Não toleraremos qualquer comportamento ilegal e que ponha em causa a segurança dos cidadãos”, assegurou o intendente João Caetano, na apresentação das medidas de segurança para o clássico de quarta-feira, das meias-finais da Taça de Portugal.

O intendente João Caetano escusou-se a adiantar, como é política da PSP, o número de efetivos envolvidos na operação, mas garante que “é o adequado e mais do que suficiente para fazer face a qualquer nível de ameaça que possa surgir”.

O esquema montado “está orientado para a informação e monitorização dos adeptos sem com isso descurar uma postura de maior firmeza em caso de haver qualquer alteração à ordem pública, adequando sempre os níveis de ação policial aos graus de ameaça que possam surgir”.

Os nossos graus de intervenção serão adequados e não temos qualquer dúvida de que será um policiamento suficientemente forte para garantir a segurança necessária aos cidadãos”, referiu o intendente João Caetano, apelando ao civismo e ao ‘fair play’ dos adeptos.

Risco elevado

Nesta operação, preparada para um jogo tido de risco elevado e que terá casa cheia no Dragão, a PSP ira usar varias valências para garantir a segurança, desde carros patrulha e equipas de intervenção rápida ate à unidade especial da Polícia.

As principais preocupações da PSP incidem no acompanhamento dos adeptos do Sporting até ao Estádio do Dragão, através de uma caixa de segurança com concentração em Bonjóia, pontos de revista à entrada do recinto e saída, após o jogo.

Serão os momentos mais críticos para evitar qualquer tipo de confrontos. Não acreditamos que neste clima de festa haverá qualquer tipo de confrontos, mas se houver lá estaremos para os resolver”, acrescentou o intendente João Caetano.

A PSP do Porto recomenda aos adeptos para se deslocarem com tempo e preferencialmente de transportes públicos até ao Dragão e que não sejam portadores de objetos proibidos, que vão desde armas e artefactos pirotécnicos às latas de bebida e peças de fruta.

A operação montada em torno do clássico contempla também alguns condicionamentos no trânsito na zona envolvente do estádio, nomeadamente na Via FC Porto, durante a passagem da caixa de segurança, com cerca de 1.500 adeptos do Sporting, mas que a PSP espera de curto período de tempo, dado que a distância a percorrer também é curta.

A estes adeptos irão juntar-se outros provenientes do Solar do Norte, da delegação do Sporting no Bonfim, o que ira também causar algumas restrições na fluidez do trânsito na Praça das Flores e do Bonjóia até à Rua de São Roque da Lameira.

O FC Porto recebe na quarta-feira o Sporting, pelas 20:30, no Estádio do Dragão, em jogo referente à primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal. O jogo da segunda mão está marcado para 18 de abril.