O Comando Territorial do Porto da GNR anunciou esta sexta-feira a detenção de quatro suspeitos de assaltos a viaturas nas zonas de Matosinhos, Maia e Vila do Conde, após uma operação que envolveu na quinta-feira mais de 40 agentes.

«A GNR verificou um aumento de assaltos a viaturas nas zonas de Matosinhos, Maia e Vila do Conde. O fenómeno agravou-se com a maior afluência de veraneantes às zonas de praia no período estival», refere a GNR, em comunicado.

Através do Núcleo de Investigação Criminal, a GNR de Matosinhos levou quinta-feira a cabo uma operação que envolveu mais de 40 elementos e durante a qual foram realizadas seis buscas domiciliárias e detidos quatro suspeitos «de pertencerem a dois grupos distintos que se dedicavam à prática de furtos em viaturas».

Segundo a GNR, os indivíduos utilizavam os cartões de crédito e débito furtados para «levantar a quantia diária permitida e comprar artigos tecnológicos em grandes superfícies comerciais», que depois eram vendidos a preços abaixo dos de mercado.

As buscas domiciliárias resultaram na apreensão de «mais de 100 artigos suspeitos de serem furtados ou comprados com os cartões de crédito» em causa. Televisores, tablets, smartphones, carteiras, máquinas fotográficas e equipamento profissional de medição são alguns desses artigos.

Foram ainda apreendidas duas viaturas ligeiras, «utilizadas nas deslocações para os assaltos», uma munição e seis doses de haxixe.

A GNR revela que a investigação irá continuar «para apurar quem comprou o material furtado o que pode constituir crime de recetação punido com pena de prisão até cinco anos».

Os seis detidos serão hoje presentes a tribunal para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.