O Comando Metropolitano de Lisboa (Cometlis) da PSP anunciou esta quarta-feira a detenção em Lisboa de três homens, na terça-feira, entre as 07:00 e as 17:00, por «furto de malas e carteiras em transportes públicos, hotéis, restaurantes e bares da cidade».

Segundo um comunicado do Cometlis, os três homens, com idades compreendidas entre os 30 e os 48 anos, «atuavam em conjunto um pouco por toda a cidade» e «tinham como alvos preferenciais os turistas nas áreas de receção dos hotéis», a quem roubavam as malas, aproveitando momentos de distração.

Quando atuavam em restaurantes, os detidos selecionavam previamente as vítimas, sentando-se nas mesas vizinhas. Vendo-as distraídas, roubavam malas e casacos pendurados nas costas das cadeiras.

Os três homens estão indiciados por 40 furtos, estando o prejuízo das vítimas avaliado em 63.500 euros, pode ler-se no comunicado.

As forças policiais conseguiram ainda recuperar, na residência de dois dos três homens, alguns artigos comprados com cartões roubados às vítimas, tais como relógios, perfumes, calçado, roupa interior, material fotográfico e vários telemóveis.

De acordo com a mesma fonte, a PSP apercebeu-se das ações do grupo em meados de 2013, dando início às investigações sob a direção do Departamento de Investigação de Ação Penal (DIAP) de Lisboa, que acabou por identificar e deter os autores dos furtos.

Ainda não são conhecidas as medidas de coação aplicadas após primeiro interrogatório judicial.