Uma mulher de 55 anos foi detida, na Nazaré, depois de durante ano e meio ter feito levantamentos abusivos da conta de uma vizinha idosa à qual furtou 35 mil euros, divulgou a Polícia Judiciária (PJ).

A detida «usou, de forma abusiva, cartões de débito e cadernetas bancárias de uma idosa, sua vizinha», e fez levantamentos, disse à Lusa o coordenador da PJ de Leiria, António Sintra.

Os crimes foram praticados na Nazaré, onde habitam a vítima e a mulher, que «ao longo de ano e meio abusou da confiança da idosa, que se encontrava sozinha, visto os familiares viverem afastados, para ir levantando quantias de 50 ou 100 euros de cada vez», acrescentou o responsável.

Num comunicado que a Lusa cita, a PJ explica que a mulher não tem ocupação profissional definida e está «fortemente indiciada pela prática do crime de burla informática».

O documento refere que «a suspeita procedeu a sucessivos levantamentos em máquinas ATM, ao longo de um ano e meio, aproveitando a relação de confiança que desenvolveu com a vítima, que ficou em situação económica difícil».

Segundo o coordenador, «a situação foi detetada por um familiar, também titular da conta, mas que, como não a movimentava regularmente, não se tinha apercebido dos levantamentos».

A detida, de 55 anos, aguarda apresentação às autoridades judiciárias competentes para primeiro interrogatório e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.