A Polícia Judiciária anunciou a detenção de uma mulher de 21 anos suspeita do crime de incêndio cometido em outubro na cidade do Funchal.

Em comunicado, o Departamento de Investigação Criminal do Funchal da PJ informou que a arguida «provocou intencionalmente um incêndio na residência do namorado por vingança e só a pronta intervenção dos bombeiros impediu a eventual propagação do fogo aos apartamentos contíguos».

«A detida foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva, a decorrer em estabelecimento de internamento psiquiátrico», acrescenta a PJ.

Fonte da PJ adiantou que a arguida, desempregada e sem antecedentes policiais, é suspeita de ter incendiado, anteriormente, «a viatura de um familiar da ex-companheira do namorado».