As temperaturas vão descer gradualmente, cerca de cinco graus, a partir de segunda-feira devido à aproximação de uma superfície frontal, disse hoje à agência Lusa a meteorologista Sandra Correia.

«A partir de segunda-feira há uma nítida alteração do estado do tempo devido à aproximação de um sistema frontal. Este calor que sentimos nos últimos dias não se vai verificar na próxima semana», explicou a meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O estado do tempo começa já hoje a sofrer algumas alterações com a previsão de aguaceiros na região centro, que podem ser fortes e de granizo, acompanhados por trovoada na região centro, estendendo-se à região sul da parte da tarde, de acordo com o IPMA.

«Devido a esta situação foi emitido um aviso amarelo de precipitação, em vigor até às 15:00, para cinco distritos, nomeadamente Santarém, Leiria, Castelo Branco e Portalegre», adiantou Sandra Correia.

No que respeita às temperaturas, a meteorologista avançou que durante o fim de semana vão manter-se na ordem dos 25 a 30 graus celsius, mas a partir de segunda-feira vão descer gradualmente para 20/25.

Em Lisboa, Viseu e Beja está prevista para hoje uma temperatura máxima de 27 graus Celsius, em Évora, Vila Real e Castelo Branco 28º, em Braga 34º, em Viana do Castelo 30º, no Porto, Leiria e Coimbra 29º, na Guarda 25, em Faro 25, no Funchal 22º e em Ponta Delgada, Angra do Heroísmo e Santa Cruz das Flores 19º.

No início da próxima semana, e para segunda-feira especificamente o IPMA prevê máximas de 19 graus em Lisboa, 16 para o Porto e 17 para Braga, 21 em Faro e Castelo Branco. Em Évora são esperados 22 graus e em Beja 23.

No arquipélago da Madeira, o Funchal deverá registar 20 graus, enquanto para Angra do Heroísmo, nos Açores, são esperados 15 graus de máxima.