O plano de contingência de Lisboa para os sem-abrigo vai manter-se ativo até às 08:00 de segunda-feira, depois de ter prestado assistência a 121 pessoas em dois dias, disse este domingo o vereador dos Assuntos Sociais.

O Dispositivo Integrado de Apoio aos Sem-Abrigo (DIASA) está a funcionar desde as 20:00 de sexta-feira, no Pavilhão Desportivo do Casal Vistoso, onde são servidas refeições quentes e agasalhos para ajudar a enfrentar as baixas temperaturas registadas nos últimos dias.

O vereador dos Assuntos Sociais da Câmara Municipal de Lisboa, João Afonso, disse à agência Lusa que, entre sexta-feira e as 19:00 de domingo, foram acolhidas 121 pessoas no pavilhão.

Este foram acolhidas 35 pessoas, até às 19:00 e, ao longo do dia de sábado, foi prestado apoio a 64 pessoas, disse o vereador à agência Lusa. «Mas é sempre à noite que aumenta a afluência de pessoas ao pavilhão», acrescentou o autarca.

Os sem-abrigo são encaminhados para o pavilhão por equipas de rua localizadas junto das estações do metropolitano dos Restauradores (em frente à antiga Loja do Cidadão), do Intendente (porta da rua Andrade) e do Saldanha (perto do Edifício Monumental) e da fachada principal da estação de comboios de Santa Apolónia (átrio principal) e da Gare do Oriente, em frente ao centro comercial Vasco da Gama.

Segundo o vereador João Afonso, o plano vai manter-se ativo até às 08:00 de segunda-feira, «embora possa ser prolongado se as condições climatéricas o exigirem».

O autarca salientou que as previsões meteorológicas apontam para a subidas das temperaturas na segunda-feira, mas «será feita uma nova avaliação da situação após a atualização das previsões meteorológicas às 22:00».

O plano de contigência para os sem-abrigo foi ativado devido às previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), que colocaram todo o país sob aviso amarelo, entre as 07:00 de sexta-feira e as 11:59 de domingo.

Este plano é ativado quando se registam pelo menos dois dias consecutivos com temperaturas mínimas abaixo de três graus.

O IPMA mantém o distrito de Lisboa sob aviso amarelo, o terceiro mais grave de uma escala de quatro, e prevê, para segunda-feira, temperaturas entre os três e os 14 graus centígrados.