O presidente francês, François Hollande disse hoje que vai propor «em breve» uma conferência sobre a segurança no Iraque e a luta contra o Estado Islâmico (EI), considerando que a situação internacional é «a mais grave» desde 2001.

«Devemos considerar uma estratégia global contra este grupo que se estruturou, que dispõe de financiamentos importantes e de armas sofisticadas, e que ameaça países como o Iraque, a Síria ou o Líbano», declarou o chefe de Estado francês ao jornal Le Monde, segundo o texto divulgado pela presidência.

«Assim vou propor em breve aos nossos parceiros uma conferência sobre a segurança no Iraque e a luta contra o Estado Islâmico», adiantou Hollande.