Um fotógrafo ficou este sábado ferido na sequência de uma queda de um parapente próximo da Senhora da Mó, em Arouca, Aveiro, mas não está em risco de vida, disse à Lusa fonte oficial.

Em declarações à Lusa, Floriano Amaral, comandante dos Bombeiros Voluntários de Arouca, explicou que o fotógrafo, Meno Falcão, estava a andar de parapente com motor e teve uma avaria que provocou a queda num penhasco.

Segundo informações do comandante de bombeiros, a vítima não está em risco de vida. «Está amassado no tronco e nas costas, mas não é mortal».

«Ele é experiente, faz parapente há muitos anos e normalmente levanta voo da Senhora da Mó, porque é uma zona propícia para isso. Parece é que teve uma quebra num motor e caiu», acrescentou.

O alerta do acidente foi dado por um morador da localidade e, ao que as autoridades apuraram, o parapente caiu numa linha de água, o que indica que terá conseguido direcionar o parapente.

Para o local do acidente deslocou-se uma viatura da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) e pelas 15:50 ainda se procedia à imobilização do acidentado, numa zona de difícil acesso.

O acidentado vai ser transportado para o Hospital de S. Sebastião, Santa Maria da Feira.