A Direção-Geral de Saúde garantiu esta segunda-feira que o fornecimento da vacina contra a tuberculose fica regularizado em junho, depois de há duas semanas ter avançado o mês de maio para a normalização da situação.

«A empresa que distribui a vacina BCG em Portugal informou que prevê a regularização do fornecimento no início do mês de junho», refere em comunicado a Direção-Geral de Saúde (DGS).

Segundo o comunicado, as dificuldades de fornecimento estão relacionadas com problemas de produção no «único laboratório que fabrica vacina para a Europa», um laboratório público na Dinamarca.

A Direção-Geral de Saúde insiste que a «situação não constitui risco para a saúde pública».

Em relação às crianças que não forem vacinadas à nascença, a Direção-Geral de Saúde informa que serão posteriormente contactadas pelos centros de saúde.

«Os cuidadores destas crianças podem também contactar o seu centro de saúde para obter informações sobre a vacinação», refere.

No dia 23 de março, a DGS alertou para dificuldades no fornecimento da vacina contra a tuberculose e pediu às administrações regionais de saúde para fazerem uma «boa gestão das reservas existentes».