Duas meninas gémeas nasceram hoje a bordo de uma aeronave C-295M da Força Aérea Portuguesa, quando a mãe estava a ser transportada entre as ilhas das Flores e a Terceira, anunciou o Comando da Zona Aérea dos Açores (CZAA).

As gémeas, segundo um comunicado do CZAA, "nasceram às 08:23" locais (mais uma hora em Lisboa) e "o parto foi assistido por uma equipa médica da Unidade de Evacuações Aéreas do Hospital de Angra do Heroísmo" (Terceira), sendo "o primeiro nascimento a bordo da aeronave C-295M".
 
A “Mellissa” e a Maisa” foram "as trigésima segunda e trigésima terceira crianças a nascer a bordo de aeronaves" nos Açores, acrescenta a Força Aérea.

A mãe e as crianças, que nasceram com 1,690 e 1,790 quilos, respetivamente, "encontram-se bem de saúde, ficando assim marcado na história da Força Aérea como o primeiro nascimento a bordo da aeronave C-295 da esquadra 502-Elefantes, tendo o primeiro ocorrido há cerca de 20 anos, em 13 de julho de 1993 na aeronave C-212 Aviocar", de acordo com o Comando da Zona Aérea dos Açores.

A tripulação visitará ainda hoje a mãe e as gémeas, "um procedimento habitual" sempre que ocorre um nascimento a bordo de uma aeronave, disse à Lusa fonte da Força Aérea.