logotipo tvi24

Fontinha: três detidos julgados a 2 de maio

Estão acusados de crimes de resistência e coação a funcionário e a dois deles é imputado também o crime de injúrias

Por: tvi24    |   2012-04-19 19:17

Os três detidos durante a ação de despejo do movimento Es.Col.A do Alto da Fontinha, no Porto, são julgados em 2 de maio, às 14:00, no Tribunal de Pequena Instância Criminal, disse à Lusa o advogado de um deles.

Segundo o causídico Alberto Martins d`Alte, os três arguidos estão acusados da prática do crime de resistência e coação a funcionário e a dois deles é imputado também o crime de injúrias.

As três pessoas, ligadas ao movimento Es.Col.A, poderiam ser julgadas de imediato, em processo sumário, mas os advogados pediram um prazo para preparar as defesas, pelo que o caso vai à barra judicial em 2 de maio.

Depois de apresentados ao Ministério Público junto da Pequena Instância Criminal, os três arguidos ficam sujeitos à medida de coação mínima, o Termo de Identidade e Residência.

O movimento Es.Col.A foi hoje despejado da escola da Fontinha pela polícia, tendo a Câmara do Porto revelado que estava disponível a permitir a ocupação do espaço até ao fim de junho, desde que fosse formalizado um contrato de cedência e o pagamento de uma renda simbólica de 30 euros.

O movimento mantinha-se na escola do Alto da Fontinha desde abril de 2011 e nela dinamizava diversas atividades, desde hortas a teatro, passando por ioga e cinema.

Em maio de 2011, o coletivo foi despejado, levando alguns moradores da rua da Fábrica Social a solidarizarem-se com o grupo de "ocupas" e a manifestaram-se contra a ordem camarária.

Es.Col.A - Espaço Colectivo Autogestionado do Alto da Fontinha é um projeto sem fins lucrativos que oferece várias valências, como aulas de desenho, ioga ou guitarra e um clube de xadrez para todas as idades.

Partilhar
FOTOGALERIA:
Desocupação da Escola da Fontinha

Desocupação da Escola da Fontinha - PEDRO GRANADEIRO/LUSA EM CIMA: Desocupação da Escola da Fontinha - PEDRO GRANADEIRO/LUSA

Voos diretos para a Guiné-Bissau vão ser retomados
Fonte da TAP avisa que o tempo que medeia entre uma decisão deste género e o início da operação costuma demorar dois a três meses
Emigração de dentistas cresceu 45% com a crise
Mais de 150 mil pessoas em 30 concelhos portugueses vivem sem dentista
Governo vai gastar 173 milhões em refeições escolares
Próximos três anos letivos vão ter mais cerca de dois milhões de euros para este efeito do que o último
EM MANCHETE
Ricardo Salgado fica em liberdade
Ex-presidente do BES esteve a ser ouvido no Tribunal Central de Instrução Criminal de Lisboa
BES: Banco de Portugal e CMVM avançam com auditoria conjunta
Linha de financiamento está «disponível» para o BES