Cinco concelhos dos distritos da Guarda, Castelo Branco e Santarém estão nesta quinta-feira em risco máximo de incêndio. Vários outros, sobretudo no interior do país, correm risco elevado, alerta o Instituto Português do Mar e Atmosfera (IPMA).

Trancoso, na Guarda, Oleiros e Vila de Rei (Castelo Branco), Sardoal e Mação (Santarém) são os concelhos que devem estar de prevenção máxima contra os fogos florestais.

Outros concelhos do interior do país apresentam um risco muito elevado, caso de Portel (Évora), Barrancos (Beja), várias localidades em Portalegre, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Viseu, Bragança, Braga, Vila Real, bem como no Algarve (Portimão e Loulé).

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis: Reduzido, Moderado, Elevado, Muito Elevado e Máximo.

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00 em cada dia relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.