Os incêndios que lavram em Abrantes e Tomar, no distrito de Santarém, provocaram dez feridos, este sábado. Entre os feridos, que deram entrada no Centro Hospitalar do Médio Tejo, há oito bombeiros e dois civis, um casal, apurou a TVI. 

O casal, na casa dos 40 anos, ficou ferido quando tentava proteger a habitação das chamas. A mulher é o ferido mais grave, com queimaduras em 50% do corpo. Foi transferida para o Hospital de Coimbra.  

Três bombeiros são da corporação da Setã e ficaram feridos na sequência de um acidente com um pesado, quando combatiam as chamas.

Os outros cinco bombeiros, quatro homens e uma mulher, da corporação da Trafaria, combatiam o fogo na Aldeia do Mato.

Coimbra, Aveiro e Santarém foram os distritos mais afetados pelos incêndios, neste sábado, segundo a adjunta da Proteção Civil, Patrícia Gaspar, que fez um balanço das operações no terreno, às 19:00.

A responsável explicou que, depois de uma manhã tranquila, durante a tarde registou-se um número muito elevado de ocorrências, com vários reacendimentos. Em apenas três horas, deflagraram mais de 70 fogos

Portugal acionou este sábado à noite o Mecanismo Europeu de Proteção Civil.

A ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, disse à Lusa que espera apoios de outros países já a partir de domingo para ajudar no combate aos incêndios