A Polícia Judiciária (PJ) está a investigar um incêndio que esta terça-feira de madrugada destruiu a cozinha do restaurante Bela Cruz, no Porto, no qual o gerente sofreu ferimentos ligeiros, disse fonte da PSP.

Segundo o oficial de serviço ao comando da PSP do Porto, a polícia foi chamada ao local pelas 02:00, onde se encontrava o proprietário do estabelecimento barricado.

O chefe de serviço dos Sapadores do Porto afirmou à Lusa que o homem, de 54 anos, apenas sofreu ferimentos “por inalação de fumo” e foi retirado do local pela polícia, que se socorreu de botijas de oxigénio dos bombeiros para entrar.

O alerta do fogo foi dado às 02:10, sendo que “as chamas ficaram confinadas à cozinha”, acrescentou o bombeiro.

A vítima foi transportada para o Hospital de Santo António, no Porto, encontrando-se “estável, a recuperar”, disse o oficial de serviço da PSP, acrescentando que na origem deste fogo terá estado “provavelmente uma discussão do proprietário com a mulher, tendo este se deslocado para o restaurante e pegado fogo”.

No local estiveram 12 bombeiros, apoiados por três viaturas.